Alter do Chão na Cheia

É quando aquela silhueta de areia branca e águas claras que se exibe em frente à orla da Vila dá lugar a uma imensidão de água verde que nos leva aos lugares mas exóticos de Alter do Chão.

 LAGO VERDE ALTER DO CHÃO

O Lago Verde tem como curiosidade natural, a mudança de cor, de azul para verde. Lugar paradisíaco, cenário inesquecível, figura como um dos mais importantes roteiros de eco-turismo no Tapajós, com melhor período de visitação na época das cheias.

Partindo do Porto de Alter do Chão, atravessando o Lago Verde, alcançando o Igarapé do Caranazal, encontramos a Floresta Encantada, e desvendamos o Paraíso Verde.

No período de dezembro a julho, o inverno castiga a região, fazendo com que maravilhosas praias fiquem debaixo d'água. No paradisíaco balneário de Alter do Chão que no período do famoso Festival do Sairé, atrai mais de 10 mil pessoas de todos os lugares do mundo e também de outros Estados, as Praias ficam submersas. Alagada pelas cheias do rio, resta ao visitante buscar alternativas de lazer.

Sol de menos, água de mais, neste cenário então é que se deslumbra novas formas da natureza, revelando belezas regionais.

Bromélias, orquídeas, fazem a beleza natural da flora, rica e colorida. Borboletas e insetos com seu encanto e beleza, apesar do pequeno tamanho, são um atrativo que atrai os visitantes. Muitas espécies diferentes fazem a harmonia deste recanto natural, localizado em Alter do Chão e que pode ser apreciado no período de cheias,

O editor da revista Via Amazônia, Roberto Santos, é um dos conhecedores e defensores deste paraíso verde, que infelizmente já está sendo atingido pela presença do homem, que destrói e marca com violência os recantos que a natureza escolheu para mostrar. A exemplo da Floresta Encantada do Caranazal, distante cerca de três quilômetros de Alter do Chão, às margens da rodovia Everaldo de Sousa Martins, que dá acesso ao balneário conhecido internacionalmente.

Origem- No lugar denominado pelos antigos moradores de Cabeceira do Cuicuera, nos dias de hoje, como há mais de uma década, é identificado como atrativo turístico e recebeu o nome de Floresta Encantada. A visita a este Paraíso local é feita sempre na companhia dos moradores, catraieiros que também trabalham como guias e acompanham os turistas mostrando as belezas do lugar, enquanto narram suas histórias.

Segundo “seu” Luiz, dono do espaço Caranazal, A Floresta Encantada recebe em média mil visitas por ano, durante os meses de março a julho. Nesta época, os igarapés transbordam e se forma um igapó. “O passeio que dura cerca de uma hora é feito em pequenas embarcações”, citou Seu Luiz,

Encantos naturais- Visitar a Floresta é como fazer uma trilha usando canoas. A paisagem se confunde: as águas calmas criam um efeito espelhado e o visitante fica cercado pela vegetação. O silêncio e a tranquilidade são marcantes. A cada pequena distância percorrida, ficamos encantados com a diversidade da fauna e da flora, e acompanhamos várias espécies de orquídeas que embelezam ainda mais a paisagem; pássaros sobrevoam ao nosso redor, dentre eles podemos citar as garças e tucanos, que são típicos de toda a região inundada. Paraíso encantado - Se tivermos sorte, podemos até flagrar a luta pela sobrevivência no mundo animal, como perseguição de peixes, a garça alcançando seu alimento, ou animais na beira do rio. E os poucos raios de sol que invadem a floresta, iluminam o caminho estreito em uma proximidade com a natureza durante o passeio. O mais interessante é que existe em meio a este Paraíso, um restaurante que serve pratos maravilhosos, típicos e com toque e magia da culinária regional.  Uma ótima opção de turismo também e nada melhor que uma saborosa refeição em meio à pura natureza, respirando o ar mais puro em total contato com paisagens exuberantes, que encantam e tem a propriedade de acalmar pessoas e espíritos estressados, em meio ao conturbado dia a dia. Esta é mais uma dica ecologicamente correta da equipe Via Amazônia. Aproveite para descobrir mais esta beleza proporcionada mesmo em  época de cheias no Tapajós.

Alter do Chão na cheia, fica exuberante com presença de lagos e florestas inundadas. 

 

Um paraíso onde a fauna e a flora se revelam no Tapajós, o mais belo e maravilhoso dos rios brasileiros no Caribe da Amazônia.